Imagem

Promessa é dívida: Review de The Slap, The Casual Vacancy, Cucumber, Banana, Younger, Arthur e George, The Royals

Olá queridas e queridos leitores, tudo bem com vocês? Conforme prometido, esse post é inteira e exclusivamente sobre as séries novas que eu falei que ia ver e fazer o review, então como prometido, vamos a nossa já famosa listinha:

  • The Slap:

The Slap US

É uma série bem legal que levanta várias discussões: bater numa criança, traição envolvendo menor de idade, educação entre pais e filhos, relações na família. Na minha humilde opinião acho que o Harry foi errado em bater no Hugo, afinal o filho não é dele e não cabe a ele educar a criança alheia, fora que se a situação fosse invertida, Harry faria um escândalo ainda maior. Mas tem o contraponto, que Hugo é uma criança sem educação, rebelde e geniosa, se seus pais lhe dessem uma educação melhor nada disso aconteceria. Quanto ao Hector ter a vontade de ficar com Connie, uma adolescente de 18 anos e menor de idade (no EUA a maioridade legal é aos 21 anos) é explicada apenas pela crise dos 40, ele é um cara correto que está vivendo o momento “garotão”. Além do mais, o legal da série é que cada episódio é focado em um personagem diferente.

Conclusão: Vou continuar assistindo e ver no que vai dar, mas já andei lendo que a audiência da série não vai lá muito bem. De todo modo, ela vai pra aba do T e se for cancelada eu altero para as Já Vistas.

  • The Casual Vacancy:

The Casual Vacancy

Gostei bastante do roteiro da série, tanto em questão de diálogo quanto nos quesitos fotografia e interação com os atores. Justamente por não ler o livro, embora esteja familiarizada com a história, acho que a série está ganhando espaço.

Conclusão: Já vi a primeira temporada que é composta de apenas 3 episódios e estou aguardando a segunda season.  (Originalmente, o projeto é uma minissérie, mas a receptividade foi tão grande em relação à audiência e a crítica especializada, que a produção cogita fazer uma segunda temporada. Até que a BBC se pronuncie sobre isso, você pode encontrar mais informações no submenu Já Vistas.)

  • Cucumber e Banana:

bc

Vou falar dessas duas séries britânicas juntas porque elas são complemento uma da outra. Você não entenderá Cucumber se você não ver Banana e vice-e-versa. Gostei justamente por esse fato que embora a primeira seja para um público mais adulto e a segunda para uma audiência mais jovem, as duas séries convergem entre si e acaba ficando interessante o diálogo entre todos os personagens. Além do fato de Cucumber ser um pouco mais sombria que Banana. Para quem não gosta de séries do Reino Unido, vai achar o roteiro chato tanto de uma quanto a outra, mas eu gosto, então, rs.

Conclusão: Adorei o final da primeira temporada dos dois seriados e estou aguardando ansiosa para o início da segunda!

  • Younger:

Younger

O pouco tempo que Hillary Duff apareceu, já deu pra matar a saudade, gostei de algumas cenas, mas de modo geral achei o roteiro fraco.

Conclusão: Por isso, não seguirei assistindo a série.

  • Arthur e George:

Arthur And George

Já sabia que série uma minissérie de 3 episódios apenas. Gostei muito do roteiro e da fotografia, mas a ideia de colocar Arthur, criador de Sherlock Holmes como investigador foi demais. Adorei!!!

Conclusão: Como é uma minissérie feita apenas para ter poucos episódios, ela vai para o submenu Já Vistas.

  • The Royals:

The Royals

Por favor, amo séries britânicas, adoro os bastidores da história real e mesmo que seja fictícia, estou gostando bastante. Logo no primeiro episódio, pude identificar traços de Skins na personagem Eleanor.

Conclusão: Vou ver sim e torcer para não ser cancelada, acho que tem tudo pra dar certo. Em breve vocês encontram mais informações na aba T.

Vídeo

O ano não acabou, 2015 ainda não chegou… Mas as novidades já estão fervendo por aqui!

Olá amadas leitoras e amados leitores, td bem com vocês? Estou super ansiosa, sabe porque? 2015 ainda nem chegou e já está dando o que falar… Tudo porque o ano vai ter bons lançamentos de séries!!! Quer saber quais são? Já estão sentados? Segurem seus forninhos, laptops e tablets e vamos para a listinha:

  • Agent Carter:

Data de estréia: 6 de janeiro

Sinopse: Série da ABC, será uma espécie de companion series para Marvel’s Agents of Shield e será composto por oito episódios.

  • Togetherness:

Data de estréia: 11 de janeiro

Sinopse: A série da HBO é estrelada por Amanda Peet (Studio 60), Melanie Lynskey (Two and a Half Men), Mark Duplass (The Mindy Project) e Steve Zissis (Parks and Recreation), e conta a história de dois casais que vivem na mesma casa e tenta contornar os problemas de relacionamento.

  • Eye Candy:

Data de estréia: 12 de janeiro

Sinopse: Definido pela MTV como a sua própria versão do “CSI”, Eye Candy gira em torno de Lindy Sampson (Victoria Justice), uma jovem hacker que mantém um blog onde expõe ataques terroristas e suspeitos de homícidio. Sem grande vida social, Lindy segue o conselho de Sophia, a sua colega de quarto, para começar um namoro virtual. É aí que Lindy acaba por ser alvo de um perigoso cyberstalker e, com a ajuda dos seus amigos, ela começa a investigá-lo.

  • The Odd Couple:

Data de estréia: 19 de fevereiro

Sinopse: A comédia é um remake da série setentista homônima que acompanha a vida de dois colegas de apartamento que são confundidos por um casal: o bagunceiro Oscar Madison (Matthew Perry) e Felix Unger (Thomas Lennon), um obcecado por limpeza e arrumação.

the ood couple

 

  • Battle Creek:

Data de estréia: 1 de março

Sinopse: Na trama, dois detetives com perfis opostos são unidos para reduzir a criminalidade em Battle Creek, no Estado do Michigan. Um deles acha que o trabalho exige cinismo, malandragem e o que tiver às mãos; o outro acredita na boa vontade, em confiança e em quanto mais apoio melhor. A CBS já encomendou uma primeira temporada com 13 episódios, que vai ao ar no segundo semestre de 2014.

Pilot

  • CSI Cyber:

Data de estréia: 4 de março

Sinopse: Um departamento de criminalística forense, focado em crimes virtuais. Inspirada no trabalho da psicóloga irlandesa Mary Aiken, a série é centrada em Avery Ryan (Patricia Arquette), agente especial encarregada da Divisão de Crimes Virtuais do Quantico. Ela é a encarregada de investigar os crimes que tiveram início na mente, tomaram vida no mundo online e acabaram afetando o mundo real. O primeiro episódio, intitulado “Kitty”, foi exibido em abril no que é conhecido como backdoor pilot, um capítulo da série que apresenta a nova trama para testes de audiência e aceitação do público.

  • Yonger:

Data de estréia: 31 de março

Sinopse: Nova série do canal TV Land, criada por Darren Star (o mesmo de Barrados no Baile e Sex & the City) a série gira em torno de uma mãe solteira (Sutton Foster) que tenta voltar ao mercado de trabalho e ao mundo dos relacionamentos. Ela acaba se passando por mais nova e consegue um trabalho com Maggie (Debi Mazar), onde convive com pessoas na casa dos 20 anos, como Kelsey (Hilary Duff).

  • Wayward Pines:

Data de estréia: 14 de maio

Sinopse: Série da Fox, conta a história de Ethan Burke (Matt Dillon), um agente do serviço secreto que chega a uma bucólica cidade para investigar o desaparecimento de dois agente federais. No entanto, ao invés de conseguir respostas, Ethan só tem mais perguntas, afinal fica cada vez mais claro que tem algo de errado em Wayward Pines. A cada passo que toma em direção à verdade, o agente se afasta da vida que conhecia e de quem era antes de estar ali — até encarar a terrível verdade: pode ser que ele nunca saia dessa estranha cidade com vida. No elenco estão: Terrence Howard (Empire), Carla Gugino (Sin City), Toby Jones (Capitão América), Melissa Leo (O Vencedor), Shannyn Sossamon (Mistresses), Charlie Tahan (Law & Order: SVU) e Juliette Lewis (Assassinos Por Natureza).

  • Scream Queens:

Data de estréia: terceiro trimestre de 2015

Sinopse: O seriado de comédia-horror se passará numa faculdade que foi palco de inúmeros assassinatos. Emma Roberts será a protagonista e mais uma jovem será a coadjuvante. O elenco principal é formato por três garotas, a personagem de Jamie Lee Curtis e um personagem pai. E também será uma antologia, formato em que cada temporada conta uma história diferente.

  • Spin off de American Horror Story:

Data de estréia: segundo semestre de 2015

Sinopse: Seguindo o mesmo esquema que AHS, American Horror Crime terá a cada temporada um caso criminal clássico e polêmico da história dos EUA para à TV. A primeira temporada será baseada no julgamento do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson – interpretado por Cuba Gooding Junior, acusado do assassinato de sua ex-mulher, Nicole Brown, e de seu amigo, Ronald Goldman, em 1994. E Sarah Paulson fará a promotora do caso.

  • Spin off de The Walking Dead:

Data de estréia: ainda sem previsão de estreia

Sinopse: Cliff Curtis interpreta um professor divorciado, descrito como um homem bom que sempre tentou fazer o certo para todos em sua vida. Tendo em vista o fato de que a narrativa se passa no mesmo apocalipse zumbi de Rick e companhia, pode-se imaginar que, depois caos que se instala, ele se juntará a outras personagens, incluindo a conselheira que será a coprotagonista. No elenco ainda estão Frank Dillane e Alycia Debnam Carey.

  • Heroes Reborn:

Data de estréia: sem previsão

Sinopse: Produzida pela NBC, num formato diferente, com apenas 13 episódios, a produção deve trazer novas histórias e um novo elenco. Estão previstas participações de integrantes da série original, mas nada foi confirmado.

E ai, galera, vocês acham que essas séries vão ser boas? Será que elas vão de fato vingar?

Deixe aqui em baixo nos comentários o que vocês acham e não deixem de acessar a fanpage do blog porque sempre vou postar coisas novas por lá também!

Um grande beijo dessa que vos escreve, Natty Wilde.

Facebook_Logo /blogmeidentifiquei

instagram @me-identifiquei